Novo pedido para concurso Receita Federal: Veja!

A Receita Federal é uma das instituições mais importantes do país e por isso, para prestar serviços como funcionário pra ela é necessário passar por uma seleção de concurso. Muitas pessoas esperam anos para se inscrever para o concurso da Receita e a boa notícia é que a mesma enviou um pedido para a abertura da seleção. Veja mais a seguir:

O concurso

Os concursos como este, geralmente, demoram bastante tempo para serem aberto e por isso, quando há a disponibilidade vagas é necessário aproveitar a chance.

Recentemente, a Receita Federal enviou um novo pedido requirindo a abertura de um concurso público para preencher as vagas que ficaram disponíveis no órgão.

A expectativa é que sejam ofertadas cerca de 5 mil vagas. A distribuição dos cargos será efetuada entre Analista Tributário da Receita Federal e para Auditor Fiscal. Vale lembrar que é necessário ter nível superior para concorrer.

Vantagens

Os concursos da Receita Federal são muito concorridos, isto porque os cargos apresentam diversas vantagens. Confira abaixo algumas delas e entenda porque tanta gente quer trabalhar na instituição:

Remuneração

A remuneração para qualquer um dos cargos ofertados pela Receita Federal são muito mais altos do que a maioria dos cargos regulares. Por isso, muita gente se candidata a participar dos concursos.

Estabilidade

Um outro ponto que atrai a atenção de muitos participantes, é a estabilidade na carreira do funcionário. Quando é selecionado através de concurso, o funcionário só pode ser dispensado através de processo administrativo, ou seja, as chances de ser dispensado do cargo são mínimas.

Estabilidade financeira

A estabilidade financeira também é um das vantagens do concurso público. O acordado será sempre pago até o final da função e não há chances de descer de cargo.

Carga Horária

A carga horária destes serviços é, geralmente, inferior aos cargos regulares e pode proporcionar outros benefícios de cargo público, dependendo de cada função.

Como se preparar?

Cada cargo irá dispor de uma categoria diferente e assim, um preparo diferente. O ideal é que você escolha para qual cargo irá concorrer antes de começar a se preparar.

Na internet, você poderá encontra diversos materiais disponíveis com os assuntos específicos para o concurso da Receita. Também é possível realizar cursos preparatórios na modalidade presencial e EAD. Há muitas formações preparatória com ótimo custo!

Quanto antes você começar a se preparar melhor. Não se esqueça de ficar atento à divulgação de datas e se inscreva para a seleção da Receita Federal!

FONTE: https://impostorenda2019.com/

Qual a diferença entre salário líquido e salário bruto?

Dentro dos direitos trabalhistas, temos muitas nomenclaturas diferentes que podem acabar confundindo o trabalhador brasileiro. Por exemplo, você sabe qual é a diferença entre salário liquido e salário bruto? Muitas vezes, a falta de informação pode levar você a não dispor dos seus direitos, por isso, estar ciente desse tipo de assunto é fundamental.

Se você tem dúvidas quanto a o salário liquido e o salário bruto, leia o texto a seguir e entenda a diferença entre os dois:

Direitos trabalhistas

A primeira coisa que você deve saber é que quando está exercendo suas funções para um empregador por intermédio da carteira assinada, você fica protegido por diversas leis do trabalho. Estas leis são responsáveis por garantir os seus direitos como trabalhador.

Estes recursos garantem que você tenha direito ao FGTS, PIS/PASEP e remuneração base. A base para o pagamento de um funcionário é o salário mínimo, que assegura ao trabalhador o valor base estabelecido anteriormente.

Dentro da sua remuneração base, ou seja, o seu salário mínimo, existem algumas taxas a serem cumpridas e é aqui que você entenderá a diferença entre o salário liquido e o salário bruto.

Salário bruto

Mensalmente, recebemos um valor base, seja o salário mínimo estabelecido ou uma remuneração combinada com o empregador. Esta cifra chamamos de “valor cheio”, pois é o total do recebimento.

Geralmente, quando o empregador contrata um funcionário, a remuneração combinada é a do salário bruto. Por isso, o funcionário pode acabar se surpreendendo com o valor final.

É importante sempre verificar estas informações no seu contra-cheque mensal, para garantir que nenhum valor está sendo cobrado indevidamente e entender o que é cada cifra.

Salário liquido

Como você já deve ter notado o valor do salário bruto é o completo, mas não é o que o funcionário irá receber. Isto porque, há os descontos! Estes descontos são equivalentes ao FGTS, vale transporte, vale alimentação, e as cobranças do INSS.

No final das contas, pode haver ainda acréscimo de hora extra e o valor do seu salário liquido pode subir. Por isso, observar o contra-cheque é tão importante, assim você saberá quanto de desconto está sendo cobrado do seu salário bruto e quanto está sendo acrescentado.

Uma boa dica é você fazer o cálculo da sua hora extra, de acordo com o seu salário mínimo e a quantidade de horas trabalhadas. Desta forma, ficará mais difícil de haver um erro em sua folha de pagamento. Fique atento!

Qual a Diferença entre Salário Mínimo e Piso Salarial

Você deve saber que o salário mínimo é o valor sugerido para que o trabalhador brasileiro possa custear suas necessidades básicas. Este é um dos principais direitos do funcionário atualmente e garante remuneração justa. Mas muita gente ainda confunde salário mínimo com piso salarial. Você sabe diferenciar ambos? Leia o texto a seguir e entenda qual a diferença entre salário mínimo e piso salarial.

Salário Mínimo

O salário mínimo corresponde ao valor salarial previamente estabelecido pela ordem jurídica do Brasil. Este direito garante que o salário não seja inferior ao mínimo estabelecido. A constituição prevê que o valor do salário mínimo seja base para trabalhadores urbanos e rurais.

Mas vale lembrar que este valor base sofre alguns descontos, como os valores tributáveis do INSS. Portanto o Salário mínimo liquido pode ter uma cifra diferente da que é prevista. Isto quer dizer que na folha de pagamento, o trabalhador irá receber um valor menor ao do salário base, devidos aos descontos obrigatórios revertidos em benefícios trabalhistas.

Anualmente, o valor salarial base dos trabalhadores brasileiros pode sofrer alguns ajustes, subindo ou descendo. Você já conferiu o Salário mínimo 2019? É importante ficar por dentro do assunto!

Piso Salarial

Como você pôde conferir o salário mínimo é muito importante pra garantir remuneração justa para o trabalhador brasileiro. Mas qual a diferença entre ele e o piso salarial? Bem, o valor salarial base vale para todas as funções e áreas do mercado de trabalho, servindo para garantir que o funcionário não receba menos que isso. Já o Piso salarial representa um valor base para determinada profissão.

Ainda não ficou muito claro? Imagine que o piso salarial é dividido de acordo com determinada categoria de empregados. O estabelecimento destes valores pode ser regido por leis federais ou estaduais, por isso a remuneração de cada profissão pode ser diferente para cada região do país.

O piso salarial é definido de forma justa dependendo de cada profissão e a sua complexidade. Vale lembrar que a cifra não pode ser inferior ao salário mínimo anual.

Este direito está dividido entre três nomenclaturas diferentes, sendo elas:

  • Salário profissional, direcionado a profissionais pertencentes a certas categorias do mercado de trabalho;
  • Salário Convencional, estabelecido por convenção ou mediante a um acordo coletivo organizado por pessoas responsáveis;
  • Salário normativo, remuneração relativa à sentenças normativas.

Tanto o salário mínimo quanto o piso salarial são importantes para garantir remuneração justa para o trabalhador brasileiro, portanto, certifique-se de reivindicar o seu direito.

Como Requerer o Auxílio Doença? Veja Como Funciona?

Você sabia que quem exerce suas funções com a carteira de trabalho assinada dispõe de vários direitos previdenciários? Estes direitos asseguram que o trabalhador tenha alguma estabilidade financeira e de saúde em casos excepcionais que possam vir a acontecer. O auxilio doença, por exemplo, é um benefício que pode estar ao seu alcance.

Nem todo mundo está ciente do procedimento necessário. Você sabe como funciona e quando você pode solicitar o auxilio? Se você quer entender um pouco mais sobre o assunto e saber como requerer o auxilio doença, veja a seguir como funciona o procedimento:

O que é o auxilio doença?

Este beneficio é concedido para os trabalhadores que estiverem em situação temporária de incapacidade para realizar suas funções regulares. Para assegurar o auxilio, é preciso que o colaborador comprove através de perícia médica a invalidez momentânea. É a perícia que irá julgar a gravidade da situação e quanto tempo será necessário o recebimento do auxilio.

Mas atenção! O auxilio doença não é igual ao benefício assistencial. Muitas pessoas acabam confundindo os dois, mas a diferença é que para receber o benefício assistencial, o cidadão deve ter deficiência de natureza física, mental, intelectual ou sensorial.

Se você ainda tem alguma dúvida e quer entender mais sobre os procedimentos previdenciários, confira a tabela INSS 2019 e saiba tudo sobre os benefícios e reajustes para esse ano!

Como requerer o benefício?

Para realizar o requerimento do benefício, o assegurado deve adquirir um formulário de afastamento por parte da empresa e um laudo médico para comprovar a condição. Depois, é necessário agendar uma perícia médica. O agendamento pode ser feito direto na Previdência Social ou pelo telefone 135.

Se aprovado pela perícia do INSS, você poderá obter um laudo médico comprovando a sua situação. É preciso que o período de afastamento do serviço por parte do empregado seja superior a 15 dias e que todos os documentos sejam levados no dia que você agendar para receber atendimento.

Outro requisito necessário é que o empregado tenha, no mínimo, 12 meses de contribuição junto a Previdência Social.. Apenas a perícia do INSS poderá garantir que o benefício será concedido, por isso, é importante estar portando todos os documentos necessários e responder corretamente as perguntas que forem feitas na perícia.

Agende o seu atendimento o mais breve possível para que o resultado do seu laudo possa ser condizer com a sua situação. O auxilio doença é direito de todo trabalhador brasileiro contribuinte do INSS.

Vantagens e desvantagens em trabalhar com carteira assinada

Com o mercado de trabalho brasileiro cada vez mais complicado, onde se tem um número alto de desemprego, garantir um emprego com carteira assinada é cada vez mais difícil. Essa dificuldade vem fazendo com que algumas pessoas abrissem mão da busca por uma vaga de trabalho tradicional e comecem a ser autônomas. 

Apesar de o trabalho autônomo oferecer muitas vantagens, ter a carteira de trabalho assinada como empregador pode ser ainda melhor, em alguns casos, ou seja, ter a carteira assinada é uma boa estratégia para garantir direitos trabalhistas, como a aposentadoria, por exemplo.

Algumas pesquisas feitas com os trabalhadores brasileiros afirmam que a maioria deles preferem a segurança do regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), pois assim os benefícios e a formalidade são garantidos.

Pensando nas dúvidas que muitos trabalhadores têm sobre esse assunto, nós separamos as vantagens e desvantagens da carteira assinada para poder esclarecer todas essas questões. Confira:

Vantagens

O trabalhador que está empregado no regime CLT, além de ter garantia de férias e o 13° salário também possui direito a um período de 90 dias no início do trabalho onde o empregador pode assinar como “período de experiência”.

Além de ter direito ao FGTS e ao PIS/PASEP. Nesse último caso é preciso estar atento à tabela PIS 2019 caso você se encaixe nos requisitos.

No regime CLT também é garantido o pagamento salarial, as mulheres têm direito a licença maternidade de 120 dias (com garantia de emprego por 5 meses após o parto) e é possível ter folga em casos de casamento, alistamento ou morte de parente próximo.

Os trabalhadores também têm desconto máximo no vale transporte de até 6% do salário, pagamento de horas extras (quando trabalhadas), aviso prévio para os casos de demissões e ainda seguro desemprego.

No entanto muitas vezes esquecemos de outras questões que não reconhecermos como benefício para quem possui a carteira assinada. Um exemplo claro é o repouso semanal remunerado, que garante pelo menos uma folga por semana.

Desvantagens

Apesar de parecer ser a melhor opção, algumas vezes trabalhar em regime CLT pode não ser tão bom assim, ou seja, quando se está vinculado ao trabalho formal assalariado, é normal que o trabalhador perca a flexibilidade de horários, ter que se deslocar até o local de trabalho e ser submetido às ordens do empregador.

Além disso, o trabalhador formal também tem descontado na folha de sua remuneração o percentual de 11% sobre o recolhimento obrigatório do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social), assim como benefícios da previdência social como auxílio doença e licença maternidade. Os demais descontos geralmente são pagos pela empresa.

Conheça os 8 cursos mais procurados em SP

São Paulo ainda é a cidade com maior índice populacional do país e com a maior quantidade de faculdades privadas. Os grandes nomes de pesquisa do Brasil saíram de suas instituições de ensino e vale a pena usar os cursos como referência de escolha. A seguir os oito cursos mais procurados de ensino superior e um pouco mais sobre eles.

Os oito cursos mais procurados em São Paulo

A escolha de um curso de ensino superior deve ser realizada com cautela para os vestibulares 2019. É a oportunidade de iniciar a carreira e começar em um programa de ensino de qualidade com um plano de carreira sólido. Escolher o curso do vestibular Unesp ou de qualquer outra instituição de ensino é muito importante. 

Para ajudar na escolha elencamos os oito cursos mais procurados pelos concluintes do ensino médio e algumas informações. São eles:

Direito – muita gente reflete sobra a possibilidade de um mercado abarrotado de recém profissionais com tantos formandos por semestre. Contudo, o interesse na área criminal é bem remunerado em São Paulo e permite seguir na área de concursos, pesquisa e ensino também. 

Medicina – não é apenas o curso mais concorrido nos vestibulares paulistas. Em muitos estados sobram alunos e faltam vagas porque poucas instituições oferecem. A carreira é longa e muito bem remunerada, com possibilidade de concursos públicos. O curso é um dos mais longos de nossa listagem porque após os cinco anos de formação há o estágio obrigatório (residência) para o profissional se graduar.

Enfermagem – o segundo curso da área de saúde mais procurado, tanto a sua versão de graduação como técnico. Permite trabalhar em hospitais públicos e unidades de pronto atendimento por meio de concursos com ótima remuneração. 

Jornalismo – a não obrigatoriedade do diploma deixa alguns com ressalvas. Mas escolher este curso permite trabalhar com mídias sociais e um mercado de informação digital crescente.

Publicidade e Propaganda – o curso da área de comunicação social é muito querido entre os jovens. Incentiva a criatividade e tem como vantagem recente formar profissionais para mídias digitais e essa gama de informação online. 

Engenharia civil – a procura aumentou quando o mercado internacional começou a ficar sedento por profissionais brasileiros. A possibilidade de trabalhar fora do Brasil é bem convidativa, além de pesquisas e em sala de aula. Os salários são os mais altos da área de engenharia.

Letras – uma das profissões mais necessárias e antigas do Brasil está com novas possibilidades. O profissional de letras  pode trabalhar na rede de ensino pública, privada, com pesquisa, tradução e muitas outras áreas. Há concursos também para a rede pública de ensino municipal e estadual. 

Nutrição – com os recentes avanços da medicina para buscar uma dieta saudável como principal modo de combater doenças o curso de nutrição entrou em cena. É um dos mais queridos porque permite tanto atuar em pesquisa como com atendimento, onde há o maior lucro. A nutrição esportiva é uma das áreas de especialização muito elogiada porque há poucos especialistas na área. O atendimento também é bem caro para os atletas e de suma importância.

Conheça as principais técnicas para ter unhas arrasadoras

Cuidar das unhas é mais simples do que parece. O segredo está em pequenos cuidados no dia a dia para manter a aparência mais bela e uma unha saudável. Ficas não faltam tanto para a esmaltação como para os cuidados de saúde e bem estar. Confira!

Cuidados com a saúde ajudam a ter unhas bonitas

As unhas são partes vivas do corpo. Seu crescimento e fortalecimento depende da nutrição do corpo. Os nutrientes do organismo vem dos alimentos e uma boa escolha garante pele, unha e cabelos saudáveis.

O primeiro passo para ter unhas arrasadoras é cuidar da saúde. É preciso escolher alimentos ricos em vitamina E e proteína, responsáveis por uma unha mais forte. Quando há deficiência dessas duas substâncias na dieta a tendência é quebrarem as unhas ou elas ficarem com camadas fracas. O crescimento também é comprometido. 

São boas dicas para incluir na alimentação:

  • Castanhas – rica em colágeno, vitamina E, zinco e vitamina B;
  • Folhas verdes escuras – ricas em proteínas;
  • Laranja – vitamina C e vitamina E;
  • Ovos – rico em proteínas;
  • Dentre outros alimentos.

Atenção aos detalhes da esmaltação

As adeptas das Unhas Decoradas 2018 podem usar alguns truques para manter a esmaltação por mais tempo. Os segredos são poucos e fáceis de seguir:

Reviva a cor do esmalte com base – com o passar dos dias o esmalte fica um pouco opaco. A solução para reviver o brilho é uma leve camada de base ou esmalte incolor. Também ajuda a reviver aquelas pontinhas que começaram a descamar. 

Use esmalte com glíter – ajuda a proteger mais o esmalte e faz a decoração durar mais. 

Evite o formato arredondado – as pontas quebram mais rápido. O quadrado é mais indicado para quem tem unhas grandes e em especial frágeis. 

Faça um vinco na pontinha – é um truque antigo e funciona mesmo! Quando o esmalte ainda tiver mole passe o dedo para ele sair um pouco da ponta. Essa parte é a que mais começa a abrir com os dias e descamar.

Dicas para unhas decoradas 2018 lindas!

Ter unhas lindas não é complicado, mas é importante pensar em como fazer a esmaltação de forma correta. Pensar na saúde das mãos é um dos pontos mais importantes. A dica mais comum entre os especialistas é não lixar em cima para remover manchas. Isso causa o desgaste e deixa as unhas fracas. 

Outro bom hábito a ser cultivado é evitar esmaltação constante semana após semana. O esmalte é um químico e agressivo e deixar as unhas descansarem um pouco só com a base pode ser interessante. Vale para isso dar um intervalo de 10 dias na próxima esmaltação ao menos a cada seis semanas. 

Atende também para comprar bons produtos. Sempre na data de validade (nunca use esmalte vencido!) e evite os não conhecidos. Se teve problemas com alergia busque um dermatologista para investir o assunto. 

Outro ponto importante é na remoção de cutículas. Cuidado com alicate recém afiado e tente não ir muito fundo. Cutícula é a proteção da unha e sem ela por complexo o dedo fica mais suscetível a bactérias e fungos.

 

 

 

Melhores Filmes de Terror Baseados em Fatos Reais!

Um filme de terror por si só já é assustador. Mas quando exibe na tela “baseado em fatos reais” dá um pouco mais de medo, não é mesmo? E como muitos não revelam qual parte é real e qual é ficção é para ter medo de dormir com a luz apagada mesmo! Filmes baseados em histórias verídicas são muitos, confira!

Os melhores filmes de terror inspirados em fatos reais

Quando uma história é muito boa merece ir para o cinema. Os cineastas vivem de trazer para a sétima arte os grandes contos, os fatos responsáveis por assustar e enlouquecer alguns. Quanto mais misterioso é um fato mais ele chama a atenção dos diretores e alguns já foram até premiados na grande tela. Confira alguns dos melhores filmes inspirados em fatos reais do terror cinematográfico.

O Exorcista

O clássico dos clássicos do cinema. Nenhuma lista sobre filmes de terror estaria completa sem o filme de terror/suspense mais popular do mundo. Lançado em 1974, mesmo sem recursos digitais como hoje ele ainda é considerado assustador. 

Segundo contam as más línguas seria um menino e não uma menina a vivenciar a experiencia de ter três demônios vivendo em seu corpo. A casa foi extinta e o terreno se tornou um parque, mas os vizinhos mais velhos na região contam ter sido apavorante presenciar um padre se suicidar no meio da rua e que de fato tudo aconteceu.

Anabelle

O boneco Chuck pode não ser real, mas a boneca Raggedy Ann (um pouco menos assustadora na vida real) é. Uma jovem enfermeira deu para a sua filha uma boneca de plástico que parecia ter um demônico dentro dela e estava acabando com a paz de uma família. 

O nome do filme é uma homenagem a uma das crianças supostamente mortas por causa da boneca, Annabelle Higgins. O sucesso da película foi tão grande que gerou dois filmes, um em 2013 e outro em 2017.

Invocação do Mal

Enquanto alguns correm de possíveis fantasmas o casal Warren é conhecido no mundo todo por investigar fenômenos paranormais. Lançado em 2013 o longa metragem conta a história de um famoso casal investigador de fenômenos associados com a vida após a morte. No geral encontra farsas, mas em uma determinada casa teve que encontrar o demônio de forma assustadora.

Ao contrário de alguns filmes nenhum nome foi trocado. A família Perron é a mesma e o casal Warren também. Vale ressaltar que eles foram consultores da trama.

O Massacre da Serra Elétrica

Calma antes de correr para trancar a porta. Não existiu de fato um Leatherface como o super vilão do filme, mas o personagem foi inspirado em muitos serial killers reais norte americanos. Um deles foi Ed Gein, o mais famoso. Quando preso Ed tinha guardadas nove máscaras criadas com pele humana. 

Menina Má.com

Ellen Page ficou famosa por diversos longas metragens de sucesso como Juno, mas um dos seus primeiros filmes foi essa. Real? Sim. Uma jovem japonesa ficou famosa na mídia por contactar homens de negócio para um encontro baseando-se no desejo dos homens e ficar com meninas mais novas. Ao chegar no local eram espancados, roubados e torturados. Muitos não podiam dizer nada porque a mocinha era menor de idade e seria pedofilia.

Carreira pública ou iniciativa privada? Vantagens e desvantagens

Há muitos anos concurseiros e interessados em mudar de ramo esbarram nesta grande decisão: carreira pública ou iniciativa privada? Os dois possuem diferenciais a serem analisados, vantagens e desvantagens a serem levadas em conta. Saiba mais antes de tomar a decisão. 

Vantagens e desvantagens de uma carreira pública

O emprego público significa trabalhar em uma empresa a qual a administração é do Governo Federal ou Estado. O ingresso apenas através de aprovação por meio de concurso público, o que pode acontecer com prova apenas teórica ou prática. 

Uma carreira pública envolve ser um servidor público, com contratação assinando carteira e os mesmos direitos trabalhistas que um contratado de uma empresa privada possui. Há salário, benefícios diversificados e carga horária. Os concursos públicos 2018 estão muito procurados pensando em muitos pontos positivos envolvendo a carreira.

A principal vantagem de ser um servidor público está na estabilidade da empresa. Um órgão público não tende a fechar as portas. Há casos, como a privatização de algumas empresas e neste caso o regime é CLT e a demissão para redução de quadro pode acontecer. Mas salvo casos extremos, a demissão é bem rara entre os servidores públicos.

Um ponto a ser levado em consideração considerado como desvantagem para quem quer ser concursado é a estabilidade salarial. Há comissões, aumentos graduais de acordo com a inflação mas não com a velocidade dos funcionários de empresas privadas. Para muitos profissionais a diferença é gigantesca, em especial quem está em setores comerciais fortes.

Vantagens e desvantagens da iniciativa privada

Ser um funcionário da iniciativa privada significa ser contratado com uma empresa LTDA(limitada) ou SA(Sociedade Aberta). Neste caso o vínculo pode ter temporário (contrato) ou sem data determinada de finalizar por meio de carteira assinada. 

Os mesmos direitos trabalhistas preservantes da contratação de um servidor público estão na iniciativa privada. Contudo, há um quesito muito ressaltado pelos concurseiros: estabilidade. Uma estatal recebe verbas fixas e não pode reduzir o seu quadro de funcionário. Uma empresa privada depende do mercado. Se há demanda ela contrata mais. Se não há acontecem as demissões. 

Contudo, os salários a serem pagos de uma empresa privada podem ser maiores. Ele não é pré determinado em um edital e por isso pode ser modificado tanto para mais como para menos. Uma empresa pública recebe verba pré determinada e por isso não pode aumentar os salários, tendem a ser fixos com leves acréscimos. Já no meio privado os aumentos são bem graduais. 

Dá para ter os dois?

Dependendo do concurso sim. Se os segmentos das empresas não se chocarem (trabalhar em um banco público e um privado ao mesmo tempo, por exemplo) ou a regra do concurso proibir isso não há problema. 

O importante é os horários não se chocarem. Há muitos casos de professores de rede particular de ensino como servidores públicos de dia, por exemplo. O que não pode em muitos casos é ter dois concursos públicos, mas também é especificado no edital antes de fazer a prova. Se não for pré determinado não há impedimento de ter dois empregos, um público e um privado.